Portarias automatizadas garantem segurança e economia para condomínios - Grupo CoopServices
Her_Uizzy
Por que queremos uma assistente virtual?
03/03/2017
Red Code
Como lidar com os problemas do dia a dia em condomínio com portaria automatizada
19/09/2017
Exibir tudo

Portarias automatizadas garantem segurança e economia para condomínios

coopservices camera

Imagine um sistema automatizado que consiga controlar uma portaria remotamente e ainda gerando economia para o condomínio. É este o conceito por trás do Red Code, sistema desenvolvido pela COOPServices pensado para atender e controlar acessos de pessoas e veículos em edifícios residenciais, comerciais e industriais.

Todos os projetos implementados são personalizados de acordo com a estrutura do condomínio.  São realizados levantamentos técnicos da estrutura do local e do que precisa ser feito para efetivar toda a comunicação e o controle de acesso:

“Este estudo do local e consequente implementação é realizada por uma equipe multidisciplinar formada por engenheiros civis e engenheiros eletrônicos, arquitetos, técnicos em eletrônica, profissionais de tecnologia da informação e comunicação, consultores de segurança, gerentes de crises, manutencionistas e instaladores.” explica Henrique Padilha Jr, CEO do Grupo COOPServices.

Como funciona
O sistema atende remotamente uma portaria através de um sistema gerencial com total automação e vídeos analíticos capazes de detectar eventos que estão fora de padrão. Além desta automação, o sistema também consegue informar o operador que, por sua vez, dá continuidade ao processo de verificação e consequente liberação ou não do acesso ao condomínio.

O Red Code possui 24 horas de assistência técnica para qualquer emergência, como lembra Henrique:

“Em situações em que haja uma pane no equipamento aciona-se a equipe técnica e uma unidade tática que se dirige ao local para atendimento emergencial e espera da chegada do técnico específico. Quando não for possível consertar o problema na hora, a unidade tática aguarda no local até solucionar toda a demanda.”

Equipamentos e valores
Para chegar neste formato que entrega mais segurança com menos custo, Henrique Padilha explica que foram mais de dois anos de estudo para formatação agregando várias tecnologias de comunicação, automação e controle de acesso:

“Neste período foram testados vários sistemas até a definição do sistema europeu, o mesmo que é utilizado em bancos e empresas de segurança na Europa e nos EUA.”

Todo o investimento para a implantação do sistema pode ser parcelado. A economia gerada pela implementação do sistema pode chegar a 75% do valor gasto com uma portaria tradicional no comparativo com os custos mensais do serviço. Mesmo quando se incorpora o valor do investimento na parcela, geralmente o montante não passa de 50% do valor que é gasto com uma portaria funcionando 24 horas.